Descubra porque NÃO estamos inventando a internet limitada

Olá caro leitor,  tudo bem com você?

Como será que funciona a internet ao redor do mundo?

Pois bem, hoje faço novamente essa postagem voltada para tal assunto, porém com um conteúdo ALTAMENTE RELEVANTE relacionado a limitação de franquia de internet fixa!

Para quem não está por dentro do assunto, aconselho fortemente realizar a leitura dessa postagem sobre:

Clique no link e confira: LIMITAR DADOS DE INTERNET FIXA: A ”melhor” maneira de criar um retrocesso!


Onde teremos uma noção a respeito de:

  • Como tudo começou.
  • Como a limitação afetará seu pequeno ou grande negócio.
  • A relação entre o Marco civil e a limitação de dados de internet fixa.
  • O que poderemos fazer a respeito?

Pois bem… Se você já conferiu o artigo acima, podemos continuar com o assunto de maneira mais interessante!

Nada se cria, tudo se copia!

1413483051

Antes de fazermos um julgamento, é necessário que façamos uma breve avaliação a respeito de um território que já tenha implantado o franqueamento de dados em internet fixa nesse caso estudaremos o EUA!

A franquia de dados fixos foi implementado nos Estados Unidos da América em 2008, sendo um dos primeiros a utilizar esse modelo de negócio. Segundo a matéria do Wall Street Jornal (Jornal residente de Nova York, ninguém menos que o jornal de maior circulação dos Estados Unidos da América) sobre  a investigação do impacto das franquias na internet fixa dos EUA, foi constatado que os utilizadores de streaming até os dias atuais são temerosos quanto ao uso da conexão.

Uma rápida observação caro leitor… Você sabe quanto é o limite de franquias implementado nos EUA?

Os EUA oferecem uma capacidade de franquia 2.3 vezes maior, ou seja, um pacote comum utiliza uma média de 300GB a custo popular, enquanto no Brasil… Você pagará um valor desproporcional para utilizar uma internet de velocidade e capacidade inferior.

Alguns dados devem ser notados, mesmo em um país de primeiro mundo constatamos que o numero de reclamações feitas no orgão de telecomunicações dos Estados Unidos da América, o FCC. Elevou em 863 no primeiro semestre do ano passado para 7.904 no segundo semestre!
Isso de certa forma fará com que os clientes passem a adquirir assinaturas de TV à cabo, com objetivo de diminuir sua taxa de streaming, consequentemente não exceder o pacote de dados!  A internet será taxada como uma espécie de conta de luz ou agua, quanto mais você fizer a utilização mais você pagará. Então caro leitor, é melhor reavaliar aqueles filmes em canais de streaming que você sempre assiste depois de dormir né?

Mas esse é o caminho certo?

Isso sem dúvidas mudará os hábitos dos usuários. O Orgão de telecomunicações dos Estados Unidos da América confirmou que sua intenção é “rentabilizar de forma justa um alto custo fixo” será viável para os usuários padrões e fará com que os Heavy Users, busquem controlar seus tráfegos de dados, porém o que digo a você caro leitor que essa não é a única solução!

Sei que mencionei muito o procedimento implementado nos Estados Unidos da América, como se o mesmo fosse uma solução definitiva, porém quero lembra-los de lugares como:

  • Inglaterra

    O Plano de até 17 Mbps de velocidade, com franquia de 12 GB, pode ser contrato por 5 libras.
    O ilimitado com a velocidade de 17Mbps sai por 13 libras.

  • Portugal

    O plano com restrição de dados de 7GB e velocidade de até 300 Mbps custa 16,90 euros.
    O pacote ilimitado custa 26,50 Euros.

  • Canadá

    O plano com 125 GB de dados e 50 Mbps de velocidade custa 64,95 dólares.
    O plano ilimitado é existente no Canadá porém não houve informações de valores.

    Esses são apenas alguns do muitos modelos de negócios híbridos, onde vendem o pacote de franquia a custos menores para usuários que tem preferência por trafego mais moderado e pacotes ilimitados para os denominados Heavy Users, os quais veem a necessidade de utilização intensa de tráfego de dados.

    Curiosidade: A titulo de informação, o Brasil atualmente está em 89ª lugar no Ranking Akami State of Internet

    Com esses dados, realmente vemos que existe espaço para o limite de internet. há chances reais que esse tipo de modelo seja implantado, porém caro leitor a melhor maneira claramente será prover um uso híbrido de franquias a preço justo! Para isso a Anatel deve posicionar-se de maneira justa e relacionar o estado atual ao estado dos demais países que souberam conciliar as duas modalidades.

    Confira esse vídeo produzido pela Jornal da Rede TV, ele cita brevemente a velocidade que os provedores fornecem para os usuários e seus valores, eu acredito que você verá um abismo em relação a evolução da conexão Brasileira e sua franquia.

    https://www.youtube.com/watch?v=jsQI2D1AjbI

    Gostou da postagem caro leitor? Comente, curta e compartilhe nossas postagens no Facebook e Blog, afinal é sempre bom compartilhar conhecimento certo?

    Um grande abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *